O que seria?

2 de abril de 2009
Entro no meu blog, ao acaso e não por acaso me deparo com isso:

"Fernanda Rodrigues disse...

Amor é assunto nobre, bonito. Assunto que rende assunto. E nessa todo mundo quer falar sobre ele sem nem saber que cara ele tem. Como se fosse possível falar sem sentir.


E é justamente porque sentir tão intensamente que você consegue escrever sobre ele tão bem.

"

-


Deve ser porque eu respiro e sou o amor. Sem ele eu nada seria, sentimento nobre. Sentimento simples, que não escolhe cor, credo, sexo, idade ou classe social. É o amor, é o amor. Fecho os olhos por alguns instantes e me pergunto: O que seria de mim sem ele? Pessoas sem amor não vivem, sobrevivem. Já cantaram naqueles versos: "Fundamental é mesmo o amor... é impossível ser feliz sozinho"
E não cantaram o amor de homem e mulher não, são todos os amores, amor de pai e mãe, amor de Deus, amor de amigo, amor de irmão, amor de marida... porque não?!
Eu só sei que eu não amo pela metade, nem até daqui a pouco. Isso definitivamente não é pra mim.

-

Mudando totalmente de assunto: Me assusta saber que o povo brasileiro dá 80% de aprovação pra um ser que quando convidado a falar de Democracia, fala do Ronaldo Fenômeno. Como diria aquele personagem da novela "Senhora do Destino" - Felomenal.

Me poupa vai? Depois a ridícula aqui sou eu. Shit! É rir pra não chorar de desgosto.

3 Comentários, mas sempre cabe mais um. :):

Fernanda Rodrigues disse...

QUE LIIINDO! *-* Meu comentário abriu o post da Love, gente. Falando em Love, é incrível como esse apelido combina com você, que, nessa de respirar e expirar amor, acaba inspirando a tudo e a todos.

Ídola. ♥

Daya disse...

amor é combustível!
[e cocaína!]


volto!


beijos

Dany disse...

Amiiiiga,

Jah disse que te amo hoje?!.. hehe

Saudades absurdas de você!!!...

E, concordo plenamente com o coment da Fernanda...

Vc eh só AMOR!!!...

Amo-te³²¹!!!...

Beijos Mil,
Dany.