Gravíssimo, gravado.

23 de julho de 2009
Ela entrou pela porta do consultório médico quando o Doutor a chamou pelo nome. Seu coração estava disparado há dias, os olhos tinham um brilho fora do comum brilhavam mais que as estrelas e suas mãos suavam frios. O Doutor quis saber o que estava acontecendo com aquela menina que aparentava perfeita saúde:
- E o que você sente?
- Não sei Dr, meu coração está querendo fugir durante esses dias, minha mão gelada e eu sinto como se existissem borboletas dentro da minha barriga. Meu pensamento aéreo e eu fico cantalorando durante todo o dia aquelas músicas bobas.
O médico fazia cara de que não gostava do que ouvia e a menina ficou ainda mais preocupada, o que seria... então questionou:
- É grave?
- Suas pernas tremem? Você fica impaciente?
- Sim tremem Doutor, não... não fico impaciente! Mas é grave? É grave? Me responde?
A cabeça do velho Doutor já estava grisalha, ele bem conhecia como funcionavam aquelas coisas. Imagine se ela não é impaciente, era o que ele conseguia pensar. Depois de um longo silêncio, enquanto procurava a forma mais amena de falar, depois de um suspiro soltou de uma vez:
- Muito grave.
- Grave? - Ela se assustou e começou a ficar ainda mais inquieta. - Eu vou morrer?

(...)



Grave, grave sim. Muito grave, não tem cura. Está gravado. Bom ou ruim vai ser assim. É o amor, você está contaminada até o fim dos teus dias. Funciona desse jeito, você não escolhe. Mas, para alívio dos muito apaixonados é a melhor das "doenças". Digo mais, a salvação do mundo. O que seria de nós se não fosse o amor? Mas não. Ninguém morre de amor, morrem aos poucos por suas complicações. Mas o amor é chama, o amor é vida.. é tudo que existe de mais terno em você. Você morre de saudade, morre de desejo... mas de amor não morre. O amor acontece, não é uma escolha... O seu amor, a sua sina... são teus. O amor é algo que não é ensinado na escola, nem nos doutorados. Você aprende na marra, você aprende na prática, olho no olho, frio na barriga, calafrios, brigas. Sim, elas fortalecem... solidificam esse sentimento. É o amor, ele vai escorrer pela tua alma... te contaminar. Eis que quando você vê já não se pode voltar atrás a entrega total foi feita e não tem retorno. Ou você o vivência, ou vivência a contra mão do mundo.

10 Comentários, mas sempre cabe mais um. :):

M. disse...

definitivamente, a melhor doença! (:
linda, que saudades de você!
você sooome poxa.
claro que eu também ando meio... ausente.
mas eu to tentando.


aah, deseje sorte mesmo *-*
hahaha
beeeeijos gata

Gabriela Castro disse...

Que lindo Jô! Mas o amor dói às vezes. Aliás, dói sempre!

Saudaaaaade pequena
beijãooo

Becka disse...

Noooooossa *-* você que escreveu? oO

muito lindo :D vou repassar, pode ? ;]

aliás, que bom que gosta do meu blog :) vou linkar você por lá, afinal, eu sempre venho aqui :D

;*

Jéssica Campelo disse...

É dessa doença que eu quero sofrer pra sempre! Da-lhe JJJ!

Beijos minha flor.

Star disse...

Ahhh o amor ;x
Sua linda!
Escreve muitooo

Becka disse...

ownn *-* que fofa você :D amei muito o texto e tá SUPER bem escrito, parabéns ;) alias, quem sabe, se pedirem ajuda, eu te indico pro TDB ano que vem okay ? :D já te linkei lá ;)

e vou mandar pro meu babe ler seu texto ;x

;* aliás, Joy, addiciona lá depois ó: beca_fernandes@hotmail.com você é muito fofa :)

já viu meus outros blogs ? :D

Ju Vrech disse...

Acho que minha florzinha anda com a melhor das doenças desse mundo. :~
E eu ando distante o bastante para nem ter detalhes sobre a mesma. :~
Perdoa minha ausência, tô estudando pra poder cumprir minha promessa com você, lembra? :)
E digo mais, "Tâo bom morrer de amor e continuar vivendo." :)

Te amo! ♥

Debbys disse...

Uau, ficou tipo assim, muito lindo o texto!! hahahah, parabéns... realmente, o amor tá gravado em casa um.. xD
bjsss

Danielle Cristina disse...

não há coisa melhor do que amar e ser amado, é um sentimento que nos faz flutuar, ameii a foto do post, o filme é um dos mais lindos que já vi.
Saudações, bom final de semana!
xD
=*

Vanessa disse...

"É o amor...que mexe com a minha cabeça e me deixa assim..."
bom ver vc aqui tb!
vc desaparece!

ps. essa foto tá linda!
adoro esse filme!

:)