Traçado do nosso sentido.

7 de julho de 2014
Aquilo que eu tanto temia, finalmente aconteceu: Endureci.
         Espero que seja temporário.
         Quero outra vez abrir os olhos para aquilo que há de mais bonito na vida:
         As coisas do coração.
         É, para mim, uma tortura encarar a vida com tanta seriedade...
         Eu queria que os beijos, outra vez, fossem capaz de me arrepiar a pele
         Eu espero poder acreditar que o meu coração não será dilacerado, de novo
         Eu quero olhar nos olhos e ver o que não ouvi a boca dizer
         Eu gostaria que a boca não precisasse calar coisa alguma
         Seja por vergonha ou medo
         E que se calasse, fosse apenas com beijos e por um único motivo:
         O AMOR.
         Tanto isso se distancia da minha realidade que resolvi mudar o foco
         Fiz planos e desejei outras coisas
         Mas e agora que estão todas na ponta da agulha?
         Posso querer voltar caminhar como se pisasse em nuvens?
         E se outra vez tirarem o chão sob meus pés?
         Eu sei, endurecer para ao menos uma coisa bastou:

         Aprendi que contos de fadas só existem nos livros.


0 Comentários, mas sempre cabe mais um. :):