Aperte o play!

17 de fevereiro de 2009
Ela, ela, ela. Isso soa na minha cabeça 24 horas por dia, ou até mais que isso. É indiscutivelmente estranho, pelo fato que ela sou eu. Ela é a minha alma que clama desesperadamente por alguém que a ame como ela é, como ela gosta de ser - uma criança cheia de medos. É tão estranho ser eu, vivo num mundo totalmente oposto ao de todas as outras pessoas com que convivo e mesmo assim ele é tão ligado a isso, meu mundo é algo tão particular que às vezes até eu fico de fora, entendo... ele quer ficar um pouco só, se organizar. Eu entendo porque também gosto de ficar só pra me organizar, me entender ou apenas descomplicar, por um instante que seja. O meu mundo não são fatos consumados, o meu mundo é uma verdade que eu inventei... uma verdade deliciosa, que não me dói em nada. Já que eu terei mesmo que viver nesse mundo insano repleto de pessoas ridículas com atitudes pequenas e sentimentos banalizados, onde pessoas não sabem mais o que significa "amor", eu não me conformo com perguntas: Você sabe o que significa a palavra amor? Chega me arrepiar, é claro que ninguém sabe, palavra é apenas palavra, amor não pode ser encaixado como tal, amor é sentimento, o mais nobre deles, não se explica! Ok, feche a porta e não me irrite mais com isso, saia agora do meu mundo, não quero ver você assim, querendo invadir o meu espaço, fique do lado de fora até que eu te convide pra entrar, mas não espere que isso vá acontecer, eu sinceramente... não sei.
Eu gosto de viver no meu mundo porque lá eu posso ser diferente a cada dia e mesmo assim, ele me jura de mãos e pés juntos que pra ele eu sou a mesma, eu sou eu mesma.
O que eu acho mais incrível é que tudo isso fica dentro de mim, eu não entendo muito bem como pode caber tanta alma em um corpo só, tanta alma em apenas 159 centímetros, mas isso me faz um bem excomunal. Mas também não me interessa mais não, eu não quero saber, não quero mais entender. Ou vou me levar a loucura, a insanidade daqueles que se acham o maioral por saberem, por saberem o que todos são capazes de saber. Eu quero que o mundo acabe quando eu estiver no meu mundo, aí vou saber que ele me teve como dele, como o tenho como meu.




O Meu



O de muitos de vocês.



"Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer
Na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo tá fechado
Pra visitação...

Coisas que eu sei
O medo mora perto
Das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim
Não vou trocar de roupa
É minha lei..."
{ Dudu Falcão }

1 Comentários, mas sempre cabe mais um. :):

Joyci Dias disse...

Amiga,

Vc a cada dia escrevendo melhor.
Já falei que tenho orgulho de ser sua amiga/cumadre?!...
Se ñ, estou dizendo agora!!!...

Tb estou necessitando ser amada pelo que eu sou!!!...

Infelizmente o verbo amar se vulgarizou, virou um "bom dia", as pessoas dizem eu te amo sem amar, sem saber o que realmente eh o amor!!!...
Me irrita isso!.

Te Amo!

Beijos Mil.
Dany | Homepage | 02.17.09 - 4:25 pm | #

É delicioso acordar se sentindo uma nova pessoa e saber que mesmo assim, sua essencia ainda é a mesma. E que bom, que ela é sempre a mesma né?
AMOR hoje é banalizado, é moda. "Ama-se" sem conhecer ou com apenas dois dias de convivio. "Ama-se" sem saber o que é de fato Amar.
Essa banalização de sentimentos nobres, torna o mundo cada dia mais fútil. Fato.
Se entender, se trancar em um lugar só seu, se faz necessário "de vez em sempre" né? (:
Refletir é bom demais e mudar também.
Não se preocupe, de perto ninguém é normal. E é bom que seja assim.. :D



:*'s
Julianna Vrech | Homepage | 02.17.09 - 4:27 pm | #

É incrível a capacidade que os seus textos têm de me fazer pensar, amor.
E, apesar de já estar virando rotina, eu não posso deixar de dizer que você escreve maravilhosamente bem e que se supera a cada dia ;]
Fernanda | 02.17.09 - 5:03 pm | #


Ahh linda, deixe o tempo resolver tudo, ele é a melhor arma que você tem disponível.
Tem uma frase de um amigo meu que diz tudo: "Troque a ansiedade pela paciência e deixe que as coisas aconteçam, porque de repente, tudo muda."

Amei teu blog, tá muito lindo aqui!
Volto em breve, passe no meu depois!

Beijoooos!
Saumensch | Homepage | 02.18.09 - 6:35 pm | #

Todas as vezes que leio teu blog vejo o quanto tu escreve bem, te expressando de um jeito incrível. É explicito o sentimento!
Te amo amor, beijos
Fernanda | 02.20.09 - 1:11 pm | #


Ai, que lindooo, amor. No ínicio eu senti tanto que era eu escrevendo, porque eu tô sentido tudo isso agora. É uma necessidade tão grande de ser olhada como sou, mas ninguém consegue ver, ninguém entende lá no fundo como sou... = Como sempre você escreveu perfeitamente, cada dia melhor. Ainda vou te ver lá em "cima" e vou dizer pra todos, que eu tenho orgulho de ser sua amiga.
Renata | 02.20.09 - 1:22 pm | #