Te escrevo isto, porque nem sempre ando perto. :)

14 de maio de 2009
Se for homem é poeta; se é mulher está enamorada.
São os dois entes mais parecidos da natureza, o poeta e a mulher namorada; veem, sentem pensam, falam como a outra gente não vê, não sente não pensa nem fala. Na maior paixão, no mais acrisolado afeto do homem que não é poeta, entre sempre o seu tanto de vil prosa humana: é liga sem que não se lavra o mais fino do seu oiro. A mulher não; a mulher apaixonada deveras sublima-se. idealiza-se logo, toda ela é poesia, e não há dor física, interesse material, nem deleites sensuais que a façam descer ao positivo da existência prosaica.

Almeida Garret - Viagem na minha terra.



A pura verdade, mulher quando apaixonada, verdadeiramente não se interessa por mais nada, fica com a cabeça perdida nos ares e nem sabe para onde vai. Está indo. Eu só vejo um problema, seria bem mais gostoso se nos reapaixonasse-mos todos os dias, pela vida, por nós, pelo outro. Não precisamos de alguém para nos completar nem pra nos fazer feliz. Precisamos de alguém apenas pra podermos fazê-lo feliz. Enquanto a sua ida, puder fazer alguem chorar, é sinal que a sua vida, ainda não deve acabar.






Sem mais, postando correndo porque estou na escola.



ps: Celle, MILHÕES de desculpas por não ter colocado seu nome na lista de cariocas que eu amo. Poxa são tantos, eu me esqueci de vários. Então fica aí, Celle também é uma carioca muito amada e bem quista por mim. ;)



ps: Eu te dei a chave, pode entrar sem medo eu não vou te machucar.

5 Comentários, mas sempre cabe mais um. :):

Debbys disse...

Nhai, que lindinho..
Realmente, nós mulheres, quando nos apaixonamos, nos transformamos né?? xD
bjusss ^^

M. disse...

'Enquanto a sua ida, puder fazer alguem chorar, é sinal que a sua vida, ainda não deve acabar.'


PAGUEI UM PAU.
Sem mais.


ps; é suuuuuua? *-*

Fernanda Leal disse...

Paguei um pau. [2 votos]
Você é a bruxa, amor. Sério!
Da sua fã número 1♥

*Lusinha* disse...

Eu acho que mulher se entrega bem mais que homem, mas não no sentido de entrega do relacionamento, mas ao sentimento. Eu pelo menos vivo meu sentimento fervorosamente.
Bjitos!

Fernanda Leal disse...

É, amor. A gente se parece bastante mesmo. No dia que nasceu a filha, nasceu a mãe (embora a Jeane e a Fernanda tenham nascido em dias diferentes). Vai ver é por isso.
AMO (L)